Grêmio empata com o Brasil de Pelotas e freia sequência de vitórias


Por: Diogo Rossi, comunicador na @rdgrenal

O Grêmio foi até Pelotas enfrentar o Brasil, na reedição da última decisão e também da primeira final da história do Campeonato Gaúcho. Com o time misto, a equipe tricolor encontrou dificuldades contra o Xavante, não saiu do “zero” no estádio Bento Freitas e freou a sequência que vinha de quatro vitórias consecutivas.

Na ausência de Renato Portaluppi, por conta do curso da Licença A da CBF, Victor Hugo Signorelli, membro permanente da comissão técnica gremista, comandou o time e mesclou titulares com reservas. Júlio César; Leonardo, Paulo Miranda, Kannemann e Juninho Capixaba; Michel, Rômulo, Montoya, Jean Pyerre e Pepê; Felipe Vizeu foi a equipe que começou o duelo.

Muitas chances, nada de gol

A partida foi movimentada no Bento Freitas, com oportunidades para ambas as equipes. Do lado gremista,  Pepê foi quem mais tentou. Em duas oportunidades, o jovem finalizou de dentro da área, mas parou no goleiro Carlos Eduardo. O camisa 1 do Brasil de Pelotas, inclusive, foi um dos destaques do confronto. Na equipe mandante, Daniel Cruz foi quem criou a melhor chance. Pelo lado direito, o atleta acelerou, invadiu a área e finalizou com muita força, mas a bola raspou na trave de Júlio César e saiu.

Ainda antes do intervalo, uma confusão se criou no gramado. Juninho Capixaba e Daniel Cruz receberam o cartão amarelo.

No segundo tempo, o Grêmio passou a ter mais dificuldades de encontrar espaços na parte ofensiva. Signorelli optou por colocar Everton na vaga de Montoya, passando Pepê da esquerda à direita. O camisa 11 gremista, aliás, não demorou muito para quase marcar, ao receber pelo meio, arriscar de fora da área e ver Carlos Eduardo salvar no canto novamente.

Quando a partida se encaminhava para o final, Juninho Capixaba foi disputar a bola com o adversário, mas Branquinho chegou de carrinho. O lateral tricolor saltou e caiu no gramado, mas o árbitro Jonathan Pereira entendeu como simulação e aplicou o segundo cartão amarelo.

A expulsão mudou o panorama da partida. A reação do comandante gremista foi promover duas alterações. Marcelo Oliveira entrou na vaga de Felipe Vizeu, e Thonny Anderson na vaga de Jean Pyerre. Apesar disso, o Grêmio sofreu uma pressão final, mas o placar se manteve inalterado.

O clube tricolor volta campo somente na segunda-feira, dia 25, diante do Veranópolis. A partida acontece na Arena e terá transmissão da Rádio Grenal a partir das 20 horas, através do 95,9 FM, aplicativo móvel e site oficial.

Ficha do Jogo

Grêmio: Júlio César; Leonardo, Paulo Miranda, Kannemann e Juninho Capixaba; Michel, Rômulo, Montoya (Everton), Jean Pyerre (Thonny Anderson) e Pepê; Felipe Vizeu (Marcelo Oliveira).

Brasil de Pelotas: Carlos Eduardo, Ricardo Luz, Bruno Aguiar, Leandro Camilo e Pará; Leandro Leite, Sousa, Washington (Boquita), Branquinho e Daniel Cruz (Bruno Paulo); Luiz Eduardo (Michel).

Foto:(Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Comentários

>