Grêmio é eliminado da Libertadores com lance decidido pelo VAR


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

O sonho tricolor de chegar ao quarto título continental foi adiado. Em partida decidida  pelo VAR, o River Plate conseguiu reverter o resultado negativo e venceu por 2 a 1, eliminando o Grêmio na semifinal da Copa Libertadores da América.

Os gols da partida foram marcados por Leonardo Gomes para o Grêmio e Borré e Pity Martínez, em penalidade assinalada após a revisão do lance com o auxílio do árbitro de vídeo,  para o River Plate.

O time argentino precisava da vitória e no primeiro tempo buscou as ações do jogo, mas parou na inoperância do seu ataque. Já a equipe comandada por Renato Portaluppi  esperava o River Plate, se utilizando da mesma adotada no confronto de ida e buscava o ataque nas bolas longas, mas sem nenhuma efetividade.

Mesmo atacando pouco, foi o time gaúcho quem abriu o placar.  Após uma cobrança de escanteio de Alisson, a bola acaba desviando no jogador argentino e sobra para Léo Gomes, que acerta um chute da entrada da área, sem chance de defesa para Armani.

No segundo tempo, a chance de eliminar o River passou pelos pés de Everton, que perdeu um gol cara-a-cara com o goleiro Armani, em jogada construída por Cícero. O lance acabou motivando os argentinos que buscaram o gol de empate após uma cobrança de falta. Borré marca em lance polêmico, onde a bola teria tocado na mão do jogador e desviado de Marcelo Grohe.

Pouco tempo depois do empate, Scocco chuta a bola e ela desvia no braço de Bressan. Neste exato momento, o VAR entra em ação para corrigir a marcação de escanteio que estava sendo assinalada. O árbitro uruguaio Andrés Cunha revisa o lance e indica a penalidade. Pity Martínez chuta no canto esquerdo de Marcelo Grohe e decreta a derrota gremista.

 

Ficha Técnica:

Grêmio: Grohe; Leonardo Gomes, Geromel, Paulo Miranda (Bressan) e Cortez; Michel, Maicon(Everton), Cícero, Ramiro e Alisson; Jael (Thaciano). Técnico: Renato Portaluppi

River Plate: Armani, G. Montiel, Maidana, Pinola e Casco, Ponzio (Enzo Pérez), Palacios, Fernández (Pity Martínez), Quintero (Scocco), L. Pratto e Borré. Técnico: Marcelo Gallardo

Cartão amarelo: Paulo Miranda, Cortez, Bressan, Cícero (Grêmio)Enzo Pérez, Pinola (River Plate).
Cartão vermelho: Bressan (Grêmio).

Renda: R$ 4.477.119,50
Público Total: 53.571

Comentários