Gre-Nal 421 termina empatado no Beira-Rio, com gol contra de Paulo Miranda


Por: Diogo Rossi, comunicador na @rdgrenal

A expectativa da torcida chegou ao fim para esse Gre-Nal 421, mas o resultado não foi tão empolgante: empate. Com times mistos em campo, Grêmio e Internacional se confrontaram no Beira-Rio, neste sábado (20). A partida, válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, teve 38.201 torcedores presentes no estádio e acabou em 1 a 1.

Curiosamente, os dois gols vieram do lado tricolor: Paulo Miranda marcou contra, ao tentar desviar a bola, abrindo o placar para o Inter, no primeiro tempo. na etapa complementar, Luan descontou de cabeça.

A opção pelos reservas no confronto foi a mesma dos dois lados. Após passarem por confrontos difíceis na Copa do Brasil, ambos ainda têm partidas importantes à frente, pela Libertadores.

Primeiro tempo

O Grêmio começou bastante ofensivo. Porém, a marcação colorada era intensa. A equipe de Odair Hellmann encaixou melhor os passes, na sequência, e conseguiu aparecer com perigo ao gol gremista. Em uma das oportunidades, Edenilson conseguiu entrar na área pelas costas de David Braz, batendo cruzado. Júlio Cesar pegou bem. No rebote, Wellington Silva também tentou fazer, mas a defesa tricolor não deixou os rivais abrirem o placar.

Aos nove minutos, Heitor fez falta em Paulo Miranda e levou cartão amarelo. O Colorado seguiu em crescente e, aos 14, chegou pela direita, conseguindo um escanteio. Sóbis cobrou, mas não fez. No contra-ataque gremista com Pepê, também não saiu o gol. Mas Rafael Sóbis não desistiu. Aos 20 minutos, em uma falta pela esquerda, na entrada da área, o atacante colocou bem a bola na área e, na tentativa de desviar, Paulo Miranda colocou para o fundo das redes de Júlio César. Gol contra. Internacional 1. Grêmio 0.

Quando o relógio marcava 32, Emerson Santos sentiu a coxa e precisou sair, sendo substituindo Klaus. O ritmo do jogo passou a ser imposto pelo time da casa e os tricolores não conseguiam retomar a qualidade. A falta de entrosamento ficava nítida nas jogadas do time de Renato. O árbitro Anderson Daronco deu três minutos de acréscimo, mas terminou assim: 1 a 0 para o Internacional.

Segundo tempo

O Tricolor começou, novamente, atacando com mais intensidade. No entanto, a troca de passes não funcionava e as finalizações também não, por consequência. O Inter aproveitava os contra-ataques, e até conseguiu chegar com Sóbis aos três minutos mas Júlio Cesar pegou e os colorados também não acertavam o gol. Aos 15 minutos, Renato decidiu mudar: Everton entrou no lugar de Galhardo. Na sequência, Odair também fez uma alteração: Patrick substituindo Parede.

Mas a estrela que brilhou em campo foi de Luan. Aos 25, em um cruzamento de Capixaba, o atacante subiu na área e colocou no canto direito. Gol do Grêmio, deixando tudo igual no Beira-Rio. Cinco minutos depois, uma falta em Cuesta rendeu cartão amarelo para Thaciano. Os técnicos queriam resolver o placar e mudaram novamente. No lado colorado, saiu Nonato e entrou Pedro Lucas. No time tricolor, saiu Tardelli e entrou Darlan. Já aos 37, amarelo para Sóbis por chegada forte em Capixaba.

Nos minutos finais, os dois times tentavam buscar o desempate. Com quatro de acréscimo dado pela arbitragem, os ânimos se acirraram e a partida foi paralisada por Daronco. Após consulta ao VAR, Edenílson e Rômulo receberam cartão amarelo por desentendimento. Mais dois minutos foram adicionados ao jogo, mas o marcador não mudou. Placar do Gre-Nal 421: 1 a 1.

 

(Foto:Reprodução Twitter SCInternacional)

Comentários

>