Goleiro do CSA destaca poderio do elenco do Inter e fala em “propor jogo”, no Rei Pelé


Por: Valéria Possamai,

Na busca por escapar do rebaixamento, o CSA encara o Inter, nesta quarta-feira, em Maceió. Precisando somar três pontos, o time alagoano tentará fazer valer o fator casa para superar os gaúchos. Em entrevista à Rádio Grenal, o goleiro Jordi destacou que o time irá tentar impor seu estilo de jogo. Por mais que o adversário chegue com muitos desfalques, o arqueiro ressalta a força do elenco colorado nas reposições.

“Jogando em casa, a gente já conhecendo o Inter, vamos tentar propor o jogo, atuando em casa. Tentamos sempre manter o controle da partida. Não será fácil, o Inter está brigando em cima na tabela. Um elenco como o do Inter, pode sair dez jogadores, que os dez que vão entrar também serão de alto nível. Desfalques fazem falta, mas se confia em quem entra. Não dá pra pensar nisso. Temos que pensar em dar o nosso melhor”, disse Jordi à Rádio Grenal.

Vencer o Inter faz parte de uma das metas da equipe para garantir a permanência na Série A: “Acreditamos que com 45 pontos não há mais chances de rebaixamento. Talvez mais sete vitórias, a gente consiga fugir dessa zona. Mas a ideia é somar o máximo de pontos possíveis”. Nesta busca, o elenco conta com um novo comandante, aliás, bem conhecido pelo adversário. Argel Fucks assumiu a equipe em julho deste ano e já provocou mudanças, consideradas positivas por Jordi.

“Ele é um cara muito motivado. Trouxe essa vontade dele de vencer, a energia positiva. Ele vem fazendo um bom trabalho. O grupo abraçou ele. O Argel definiu quem ia chegar, ficar e sair. Isso foi bom, pois o grupo passou a se conhecer mais. A sequência dos jogos deu mais entrosamento. Tudo isso ajudou muito a melhora”, afirmou o arqueiro.

Pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, CSA e Inter se enfrentam às 19h15, no estádio Rei Pelé, em Maceió.

Foto: (CSA/Divulgação)

Comentários

>