Gilmar faz dois gols e Caxias derrota o Grêmio


Por: Diogo Rossi, comunicador na @rdgrenal

Depois de figurar na Divisão de Acesso do Campeonato Gaúcho, o Caxias, último campeão fora a dupla Grenal, recebeu o Grêmio no Estádio Centenário, neste domingo (05). De volta à elite, a equipe grená, comandada por Luiz Carlos Winck, derrotou o tricolor por 2×1.

Renato entrou com a mesma escalação da estreia, diante do Ypiranga. Em função disso, a primeira etapa foi bastante movimentada. Os dois times buscaram propor as ações, no entanto, o volume de jogo do Grêmio resultou em um maior número de oportunidades criadas. Logo aos 8 minutos, Luan fez grande jogada pelo meio e lançou Ramiro na direita. O camisa 17 cruzou para Pedro Rocha, que, atrapalhado pelo zagueiro Jean, chutou pra fora. Na sequência, Wagner, de voleio, quase marcou para os mandantes. Aos 32 minutos, Ramiro cruzou novamente para Pedro Rocha. O atacante apareceu livre nas costas da zaga, cabeceou e obrigou o goleiro Marcelo Pitol a realizar grande defesa.

O jogo começou a ficar violento. Ao todo, o árbitro distribuiu cinco cartões amarelos somente no primeiro tempo. Márcio Goiano, que já havia recebido um, foi poupado após cometer falta dura em Douglas. Na cobrança, o camisa 10 gremista chutou de longe, direto para o gol e Marcelo Pitol realizou outra grande defesa.

Na volta do intervalo, aos 2 minutos, após boa troca de passes, Jaílson arriscou de longe e quase alterou o marcador – a intensidade da partida se manteve na segunda metade também. Aos 6 minutos, em escanteio pelo lado direito, Edson Borges subiu sozinho e cabeceou. A bola passou perto e assustou o camisa 1 gremista. Três minutos mais tarde, Kannemann colocou a mão na bola dentro da área e o juiz marcou pênalti. O atacante Gilmar bateu, deslocou Marcelo Grohe e abriu o placar.

Ainda se reajustando após levar o primeiro gol na competição, em nova bola área, o Grêmio foi surpreendido. Em cobrança de escanteio pelo lado direito, Gilmar cabeceou, livre, nas costas de Marcelo Oliveira, e ampliou a vantagem. Precisando reverter a situação, Portaluppi colocou Jael e Everton em campo, nos lugares de Pedro Rocha e Léo Gomes, respectivamente. Assim como na primeira rodada, o comandante tricolor recuou o volante Ramiro para a lateral. As alterações não trouxeram resultados. Everton finalizou na trave de fora aos 25 minutos apenas. Aos 40, Renato fez a última mudança e colocou Miller Bolaños na vaga de Jaílson. Nos acréscimos, porém, o equatoriano descontou para o Grêmio. Após jogada confusa, a bola desviou em Luan e sobrou para o camisa 23, que só teve o trabalho de chutar colocado para o fundo do gol. Apesar disso, os gremistas não tiveram mais tempo para buscar a reação e igualar o marcador.

O Grêmio volta a campo na próxima quarta-feira (08), pela Primeira Liga, contra o Flamengo. A Rádio Grenal transmite a partida a partir das 19h30, através do 95.9 fm, aplicativos para smartphones e site oficial.

Comentários