Futebol moderno e ofensividade para buscar o ouro olímpico


Por: Kalleb França, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal

A seleção olímpica tem trabalhado forte para conquistar o ouro e o técnico Rogério Micale tem à sua disposição, jogadores que podem desempenhar diversas funções dentro de campo para dar a ele as opções que ele busca.

É um trabalho de reformulação que está sendo realizado, mesmo que Tite não esteja comandando os treinamentos e a equipe, o aproveitamento dos jovens será uma das tônicas do novo trabalho e a geração que se apresenta dá motivos para o torcedor sonhar com um bom trabalho nos jogos olímpicos e na copa de 2018.

O treino de hoje pela manhã na granja Comary revela a modernização da filosofia de futebol que está sendo implementada. Um trabalho tático visando a compactação e movimentação das linhas alta, média e baixa foi realizado sob olhares atentos da comissão técnica. Micale, em todo momento parava o trabalho e posicionava da maneira que ele entender como melhor.

Um time mais ofensivo é o que se desenha para a  competição, um 4-3-3 com Gabriel na direita, Gabriel Jesus centralizado e Neymar aberto na esquerda foi testado e deve entrar em campo desde o primeiro jogo. Depois desse momento, o treinador colocou Luan em campo, mas não retirou nenhum dos atacantes, mas optou por tirar um meia com Luan vindo de trás. O atacante gremista comentou em coletiva após o treinamento, que a intenção do técnico é desmanchar a defesa de seleções que venham mais retrancadas para enfrentar o Brasil.

 

Comentários