Em partida de lance duvidoso, Inter vence o Vitória de virada e divide a liderança com o Palmeiras


Por: Valéria Possamai,

De virada, o Inter venceu o Vitória neste domingo, em partida da 27ª do Campeonato Brasileiro. O colorado saiu atrás do placar, com gol contra do zagueiro Emerson Santos, logo no primeiro minuto de partida. Mas no segundo tempo, o time de Odair Hellmann conseguiu a virada no placar com gols de Leandro Damião e D’Alessandro.

Com o triunfo, o colorado chegou ao 53 pontos, e divide a liderança do campeonato com o Palmeiras, que também tem o mesmo número de pontos, sendo superior no quesito de saldo de gols.

Primeiro tempo

Antes da bola rolar, houve um minuto de silêncio em homenagem ao ex-presidente colorado Eraldo Herrmann, que faleceu aos 87 anos, na manhã de sábado.

No primeiro minuto de partida, as redes balançaram. Após cobrança de lateral do Vitória, a
bola ficou viva dentro da área. Rodrigo Andrade disputou pelo alto com os zagueiros do Inter. Sem perceber a saída de Marcelo Lomba, Emerson Santos recuou mal e a bola acabou no fundo do gol do Inter. Gol contra do zagueiro colorado.

Após o gol, o Vitória ainda seguiu no ataque. O time visitante teve nova conclusão em cobrança de falta na entrada da área, mas a bola ficou nas mãos de Marcelo Lomba.

Precisando do resultado para seguir na briga pela liderança, O Inter tentava imprimir ritmo no ataque, mas a defesa adversária conseguia afastar as jogadas. A primeira finalização do Inter veio aos 14’. Em cobrança de falta, D’Alessandro, que ganhara a vaga de titular, cobrou e acertou a trave.

Aos 19’, Nico López recebeu dentro da área e arrematou para fora. Mas o lance, acabou sendo invalidado pelo árbitro da partida, por conta da posição do atacante.

Novamente, de bola parada, o colorado teve oportunidade no ataque. D’Ale cobrou da esquerda e na sobra Pottker cabeceou. Conclusão saiu fraca, nas mãos do goleiro Ronaldo.

Aos 27’, os visitantes voltaram a causar perigo no ataque. Após lançamento, Neilton saiu cara a cara com Marcelo Lomba, mas o atacante não conseguiu finalizar e o goleiro colorado ficou com a bola.

No lance seguinte, foi a vez do time gaúcho no ataque. Fabiano apareceu na direita e fez cruzamento na área. A bola passou por toda a extensão do gol do Vitória, mas Pottker não chegou a tempo da conclusão.

Aos 32’, após nova bola de Fabiano para dentro da área, Damião recebeu livre dentro da área, mas o chute saiu por cima da meta. Depois da conclusão, o bandeirinha assinalou a posição irregular do centroavante.

Já nos 45’, Nico López teve a chance dentro na área. Depois de cortar dois zagueiros, pelo lado esquerdo, o atacante concluiu, mas a bola saiu em linha de fundo.

Nos acréscimos, o Vitória apareceu no contra-ataque. Marcelo arrancou pela esquerda, mas no cruzamento Marcelo Lomba se adiantou e ficou com a bola.

Sem mais grandes conclusões, a partida foi encerrada aos 49’. Placar inicial no Beira-Rio: Inter 0x1 Vitória.

Segundo tempo

Buscando reverter a desvantagem no marcador, o Inter iniciou a primeira etapa no ataque. Na primeira chegada com perigo, Nico apareceu dentro da área e fez o levantamento para Damião. O centroavante apareceu livre para a conclusão, mas não conseguiu chegar na bola.

Aos 10’, o técnico Odair Hellmann promoveu a primeira mudança na equipe. Pottker deu lugar à Camilo.

O colorado seguia sendo mais ofensivo na segunda etapa. Mas o time tinha erros no último passe.

Aos 15’, foi a vez dos visitantes mudarem. Neilton saiu de campo, para entrar de Lucas Fernandes.

Aos 17’, na melhor oportunidade o colorado na partida, o zagueiro Ramon salvou em cima da linha. Nico López recebeu livre na direita e conseguiu a conclusão no fundo de campo. Mas o zagueiro do Vitória apareceu na cobertura e evitou o gol.

Mas na jogada seguinte, veio o gol de empate. Após recuperação de jogada, Edenilson deu passe na cabeça de Leandro Damião. O centroavante venceu os zagueiros e cabeceou para o fundo das redes. Empate no placar do Beira-Rio: Inter 1 a 1 Vitória.

Aos 18’, duas substituições. No colorado, Damião saiu para a entrada de Rossi; Wallyson entrou na vaga de Melo, no lado do Vitória.

Após o empate, o time gaúcho teve a oportunidade em duas chances.

Aos 25’, em jogada ensaiada na cobrança de falta, Nico recebeu dentro da pequena área e concluiu. O gol foi marcado, mas anulado pelo bandeirinha.

No lance seguinte, em saída de bola errada do time baiano, Nico aproveitou e tentou a conclusão, mas o goleiro Ronaldo apareceu para salvar os visitantes.

Aos 29’, o técnico Carpejani promoveu a última alteração: Léo Cesar saiu, para o ingresso de André Lima.

Aos 32’, o time gaúcho teve oportunidade bola parada. Na cobrança de escanteio, Cuesta apareceu entre os zagueiros e concluiu de cabeça. A conclusão saiu à direita do gol adversário.

No lance seguinte, Nico Lopez deixou o campo para a entrada de Jonatan Álvez.

O time colorado era todo no ataque. Aos 33’, o Inter marcou, mas o gol novamente foi anulado. Camilo apareceu livre na pequena área e concluiu para as redes, mas o bandeirinha apontou posição irregular do jogador.

Pênalti
Aos 36’, houve marcação de pênalti para o Inter. Na cobrança de falta pela esquerda, o jogador do Vitória tocou na bola.

Conforme o analista de arbitragem da Rádio Grenal, o jogador estava fora da área, erro na marcação do pênalti.

Na cobrança, aos 41’, D’Alessandro cobrou pênalti e colocou o Inter em vantagem no placar. De virada, colorado 2 a 1 no placar.

Com fim de jogo marcado por confusões entre os jogadores, a partida foi encerrada aos 51′. Triunfo colorado no placar: Inter 2 x 1 Vitória.

Próximo compromisso

O Inter volta a campo, nesta sexta-feira, às 19, contra o Sport, na Ilha do Retiro.

FICHA TÉCNICA

Internacional (2): Marcelo Lomba; Fabiano, Emerson Santos, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenilson e D’Alessandro; William Pottker (Camilo), Nico López (Jonatan Alvez) e Leandro Damião (Rossi). Técnico: Odair Hellmann.

Vitória (1): Ronaldo; Jeferson, Ramon, Lucas Ribeiro e Fabiano; Léo Gomes, Rodrigo Andrade e Meli (Wallyson); Neílton (Lucas Fernandes), Yago e Léo Ceará (André Lima). Técnico: Paulo Cézar Carpegiani.

Gols: Emerson Santos, contra (V), a 1min do primeiro tempo; Leandro Damião (I), aos 17min do segundo tempo; D’Alessandro (I), aos 40min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Víctor Cuesta, Edenilson e D’Alessandro (I); Ronaldo, Jeferson, Fabiano, Léo GOmes, Neílton e Lucas Fernandes (V).

Expulsão: Neílton (V).

Foto: (Ricardo Duarte/S.C. Internacional)

 

 

Comentários