Em busca do G-4, Grêmio tem semana para recuperar jogadores para confronto contra o Vasco


Por: Valéria Possamai,

Depois da vitória sobre o Atlético-MG e a decisão negativa por parte da Conmebol, o Grêmio agora volta todas as atenções à disputa do Brasileirão. Na quinta colocação, com 55 pontos, o time busca superar o São Paulo, com 57, para atingir o G-4 e conquistar a vaga direta à disputa da Copa Libertadores 2019.

O elenco voltam ao trabalhos na tarde desta terça-feira, após dois dias de folga. No próximo domingo, o time tem compromisso contra o Vasco, às 17h, na Arena. Para o duelo, força máxima. E, para isso, o Departamento Médico gremista também concentra esforços para recuperação dos atletas.

Principal peça da equipe, o atacante Luan ainda segue em trabalho de fisioterapia. O camisa 7 que teve fascite plantar, também se recupera de um problema muscular. André que recentemente passou por procedimento cirúrgico por conta de uma apendicite, segue em atividade para a recuperação física. No último treinamento da equipe antes do confronto contra o Atlético-MG, o atacante realizou o primeiro trabalho com bola.

Maicon e Kanemmann, que não atuaram na última partida seguem no DM. O caso não volante não gera tanta preocupação. O jogador que precisou ser substituído na partida contra o River Plate, na última terça-feira, sofre de uma fadiga muscular. Já o caso do zagueiro, requer preocupação. O argentino que foi convocado pela Seleção Argentina, passou por exames onde foi detectada uma quantidade de edema na coxa esquerda. Assim, passa a ser dúvida para a próxima rodada.

Everton, Ramiro e Léo Moura que tiveram problema muscular, já estão recuperados e passaram a atuar entre os titulares nos últimos confrontos.

A principal baixa fica por conta de Marcelo Grohe, que não atua mais na temporada por conta de lesões no punho e nas costelas.

Até o confronto contra a equipe carioca, o time terá a sua disposição cinco dias de treinamento. O primeiro trabalho ocorre nesta terça-feira, no CT Luiz Carvalho.

FOTO: (LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA)

Comentários