Edílson celebra o retorno e grande atuação contra o Juventude


Por: Diogo Rossi, comunicador na @rdgrenal

A grande atuação do Grêmio contra o Juventude, no último sábado, marcou o retorno de peças importantes para o técnico Renato Portaluppi e, especialmente, para a torcida. Miller Bolaños levou o terceiro cartão amarelo pela Seleção Equatoriana e retornou mais cedo, inclusive, foi um dos destaques da vitória. Na lateral-direita, o treinador contou com a volta de Edílson, jogador importante na campanha do pentacampeonato da Copa do Brasil, que concedeu entrevista coletiva hoje, no CT Presidente Luiz Carvalho.

“Fiquei muito feliz de jogar minha primeira partida, fazia quase 4 meses que não entrava. Tava ansioso por essa partida. Eu queria voltar antes, mas ele (Renato) deu uma freada para voltar em um bom nível físico, para, aí sim, me colocar de titular. Eu não saí por questão técnica quando tava jogando, é normal que eu voltasse de titular”, explicou o lateral.

O placar de 4×0 evidenciou algumas virtudes do tricolor da última temporada. Léo Moura saiu da lateral e atuou na meia-direita, recuando o volante Ramiro para a segunda função do meio, abrindo espaço para Edílson retornar ao chamado “11 inicial”.

“Nós fizemos um grande jogo e hoje de fora, pude observar bastante coisas que nós deixamos de fazer e fazíamos no ano passado. Uma das coisas é que a gente tava sem paciência de rodar a bola, nosso ponto forte ano passado. Girar a bola até encontrar os espaços. Temos que respeitar os adversários que vem aqui na Arena, mas a gente não pode deixar que o Veranópolis e esses times proponham o jogo aqui. Nós somos o Grêmio, time grande e forte”, afirmou.

Na próxima quarta-feira (29), o Grêmio enfrenta o São Paulo-RS, em Rio Grande. A Rádio Grenal transmite ao vivo, a partir das 21h45, através do 95.9 fm, aplicativos para smartphones e site oficial.

Comentários