Dirigentes assinam acordo por fair play na disputa da Libertadores


Por: Valéria Possamai,

Em encontro realizado na sede da Conmebol nesta terça-feira, os presidentes de Grêmio, River Plate, Palmeiras e Boca Juniors, semifinalistas da Copa Libertadores, firmaram acordo em respeito a desportividade nas disputas finais do torneio.

No documento assinado, os quatro clubes se comprometeram em quatro itens propostos pela Confederação Sul-Americana. São eles: Competir de forma limpa; cumprir as regras do jogo; respeitar o adversário, companheiros de equipes, árbitros, auxiliares, oficiais e torcedores; rejeitar a corrupção, as drogas, o racismo, a violência, os jogos de azar e outros perigos do esporte.

Clubes assinam acordo pelo fair play na disputa da Copa Libertadores. Foto:(Divulgação/CONMEBOL)

Durante a reunião também foi debatido os valores de ingressos para o público visitante. Em acordo, ficou definido que o preço máximo dos ingressos para a torcida visitante não poderá ultrapassar o valor de US$ 65, convertidos na moeda local (cerca de R$ 240), tanto para a disputa das semis, como das finais da competição.

Presente ao encontro, o presidente do Grêmio Romildo Bolzan Jr., ressaltou a importância da iniciativa.“A primeira foi na subcomissão de clubes e agora neste encontro muito importante, pela tradição dos clubes participantes e pela história que têm no futebol sul-americano”.

Além do dirigente gremista, estiveram presentes ao encontro o Alejandro Dominguez, presidente da Conmebol, Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras, Daniel Angelici, presidente do Boca, e Rodolfo D’Onofrio, presidente do River Plate, além de Rogério Caboclo, presidente eleito da CBF, Hector Lostri, Embaixador da Argentina no Paraguai, e Carlos Sima Magalhães, Embaixador do Brasil no Paraguai.

Conmebol divulga arbitragem para duelos de ida da semifinal da Libertadores

Foto: (Divulgação/Conmebol)

Comentários