Defesa volta a falhar na bola aérea e Grêmio perde para o Flamengo


Por: Diogo Rossi, Jornalista, radialista e Repórter na @rdgrenal

Sem contar com a presença do técnico Renato Portaluppi, o Grêmio enfrentou o Flamengo em Brasília, no Estádio Mané Garrincha. Utilizando apenas jogadores reservas, o tricolor foi derrotado pelo clube rubro-negro por 2×0. Léo Moura, em sua estreia, foi escolhido para ser o capitão da equipe.

Como já era esperado, e, principalmente por Zé Ricardo entrar em campo com os principais atletas do elenco, o Grêmio foi amplamente dominado na primeira etapa. Em 1o minutos de jogo, os mandantes alçaram duas bolas na área, em cobranças de falta, e tiveram vantagem em ambas. Arão e Guerrero cabecearam e levaram perigo ao gol de Bruno Grassi. Somente 5 minutos mais tarde o tricolor arriscou a primeira finalização, entretanto, Fernandinho chutou na defesa e a bola se perdeu pela linha lateral. Na sequência, Kaio apareceu pela direita e fez o cruzamento. Miller Bolños ganhou no alto e cabeceou por cima da meta.

Durante a metade da primeira etapa, o Grêmio conseguiu equilibrar as ações. O time de Alexandre Mendes, aumentou a posse de bola e, consequentemente, o número de criação de jogadas. Apesar disso, não deu trabalho algum ao goleiro Alex Muralha. Aos 37 minutos, Mancuello, em nova cobrança de falta, cruzou para a área. O goleiro gremista segurou a bola, mas logo em seguida deixou escapar. Guerrero chutou para o gol livre e Léo Moura salvou na risca da linha, em uma jogada acrobática. Antes do intervalo, ainda, o Flamengo abriu o placar. Diego fez grande jogada e, de trivela, lançou Trauco na esquerda. O peruano achou Everton livre, e o meia-atacante entrou finalizando com força, no canto curto de Grassi. Festa na capital federal.

Logo aos 5 minutos da segunda etapa, o técnico gaúcho colocou Jael em campo e tirou o volante Michel. Com a alteração, Bolaños foi recuado para o meio. Aos 13 minutos o equatoriano carregou a bola da esquerda para o meio e mandou uma bomba, obrigando o goleiro Alex Muralha a executar grande defesa. Dez minutos mais tarde foi a vez de Everton levar perigo. Também de fora da área, o jovem finalizou com força e Muralha, novamente, defendeu.

Assim como no primeiro tempo, o Grêmio freou as ações do Flamengo e começou a chegar mais na área adversária. Aos 27 minutos, Bolaños puxou contra-ataque e lançou Fernandinho na esquerda. O camisa 21 esperou a ultrapassagem de Cortez e acionou o lateral, que, de primeira, cruzou rasteiro em direção ao gol. Willian Arão salvou de carrinho e mandou para escanteio.

A bola aérea voltou a causar problemas defensivos para os gremistas. Aos 32, Diego cobrou escanteio, Guerrero subiu mais que os zagueiros e Bruno Grassi fez boa defesa. Entretanto, no rebote, o estreante Berrío mandou para o fundo do gol, fechando o placar para os cariocas.

O Grêmio ainda teve um gol bem anulado aos 37 minutos. Thyere recebeu de Jael e escorou de peito para Everton. O atacante pegou de primeira e marcou, mas o assistente já havia parado o lance, marcando posição irregular do defensor. No último lance perigoso da partida, Guerrero ganhou da defesa pelo alto, outra vez, e Grassi salvou em cima da linha.

A equipe tricolor volta a campo no próximo domingo (12), pelo Campeonato Gaúcho, na Arena. A Rádio Gaúcha transmite ao vivo, a partir das 17h, pelo 95.9 fm, aplicativos para smartphones e site oficial.

Comentários