“Controlar a ansiedade”: Inter dá atenção especial a preparação psicológica de Guerrero antes da estreia


Por: Valéria Possamai,

Além do planejamento para a preparação física, a questão psicológica é uma das preocupações do Inter com relação a pré-temporada de Paolo Guerrero. O peruano que iniciou às atividades no CT Parque Gigante nesta terça-feira, ainda terá que aguardar 60 dias para poder fazer sua estreia com a camisa colorada, por conta da punição por doping.

Em entrevista coletiva, o executivo de futebol Rodrigo Caetano afirmou que o clube dará atenção especial em “conter a ansiedade do jogador”.

“A ansiedade dele é o que temos conter. Estamos falando de um atleta de ponta, mundialmente reconhecido, e que teve tirado o direito de exercer seu trabalho.
Quanto mais o tempo se aproxima do seu retorno, vamos ter conter a ansiedade e ele também. E o fato de ele estar treinando com os companheiros minimiza bastante essa situação. A gente vai dar todo o suporte”, declarou o dirigente.

Caetano, que foi um dos primeiros a recepcionar Guerrero nas dependências do CT, revelou que o primeiro questionamento do atleta na chegada foi se não poderia atuar desde já: “Óbvio que não é o mundo ideal para ele (Guerrero) e para o Inter. A intenção era que, quando contrato, já estivesse pronto para jogar aqui. O contato com outros jogadores ameniza esse período que ele esteve treinamento sozinho, dividindo seu tempo com treinamento, questões pessoais e até a defesa dele na Wada. Hoje pela manhã, eu fui um dos primeiros a receber ele. Uma das primeiras frases que ele repetiu foi: ‘tem certeza que não dá para eu jogar já?’ Isso demonstra o quanto ele está ansioso, mas vamos ter que conter essa ansiedade. Vai ser um trabalho muito cuidadoso.”

Com relação ao vínculo com o colorado, Caetano explica o contrato está ativo e que o jogador pode ser inscrito na Libertadores e no Campeonato Gaúcho, caso o Inter avançe à fase de semifinal. “O que o que foi nós fizemos neste período foi buscar todas as garantias que ele pudesse treinar nesses 60 dias, e iniciar sua preparação. O contrato dele começou lá trás e esta ativo, pode ser inscrito na Libertadores.  É um atleta normal, mas com punição de 60 dias.”

 A expectativa é de que Paolo Guerrero faça seu primeiro jogo com a camisa do Inter no dia 9 de abril, na quarta rodada da fase de grupos da Libertadores, em partida no Beira-Rio com rival ainda a definir. 

O caso

Paolo Guerrero está suspenso de atuar desde o dia 23 de agosto, quando uma decisão da Justiça Comum da Suíça cassou a liminar que vinha permitindo a atuação do centroavante, no futebol. Com o novo parecer, o peruano teve o direito de jogar suspenso. Terá que cumprir a pena por caso do doping longe dos gramados e fica afastado do futebol até abril de 2019. Conforme consulta formal à Wada e FIFA, o Inter  recebeu a confirmação que o atleta estará apto para jogar a partir de 5 de abril.

Foto:(Ricardo Duarte/S.C.Internacional)

Comentários