Com gols de Valdívia e Brenner, Inter se classifica na Copa do Brasil


Por: Diogo Rossi, comunicador na @rdgrenal

O empate classificava, a partida era em Cascavel-PR e o adversário vinha do Amazonas. Apesar dos fatores incomuns, a Copa do Brasil 2017 começou com a torcida inteiramente do Internacional no estádio, mesmo atuando fora de casa, e com a classificação para a próxima fase. O adversário foi o modesto Princesa do Solimões.

Pressionado, em função dos últimos resultados, Antônio Carlos Zago promoveu algumas alterações na equipe titular. Paulão ganhou nova chance na defesa. Diego pela direita, e Carlinhos pela esquerda foram os companheiros de D’Alessandro no meio-campo. Na frente, Carlos ganhou a vaga de Roberson.

90 minutos apenas

De acordo com o novo regulamento, o Inter já entrava em campo classificado, por se tratar de jogo único. Logicamente, a igualdade no marcador não interessava aos jogadores colorados e, especialmente, aos torcedores.

O controle absoluto do jogo foi natural. A qualidade do elenco gaúcho se sobressaiu e resultou no alto volume de ações ofensivas. Acuado, o Princesa apostou nos contra-ataques e viu um Internacional trocar muitos passes na intermediária, com muita liberdade, e alçar diversas bolas para área. Paulão teve duas oportunidades de cabeça e, inclusive, marcou em uma delas, no entanto, o assistente já havia marcado a saída da bola durante o cruzamento.

Mesmo com as jogadas criadas, a igualdade permaneceu no placar antes do intervalo. Carlos tentou de bicicleta, mas finalizou para fora. Na sequência, Klaus sentiu dores e teve que ser substituído por Ernando. Pelo lado dos visitantes, o único lance de perigo foi um pênalti, existente, não marcado pela arbitragem.

Na segunda etapa, Zago colocou Valdívia no lugar de Diego – o jovem teve seu nome gritado nas arquibancadas durante o primeiro tempo -, e a alteração trouxe resultado. Aos 15 minutos, D’Alessandro fez o cruzamento, rasteiro, da direita. Valdívia dominou e, mesmo desequilibrado, chutou no canto, vencendo o goleiro Rascifran. Aliás, D’Alessandro era o protagonista da partida, todas as bolas passavam pelos pés do capitão. Aos 30 minutos, o treinador fez mais um movimento preciso: mandou Brenner ao campo, no lugar de Carlos. O atacante precisou de 5 minutos apenas para dar resposta. D’Alessandro recebeu no lado esquerdo, levantou a cabeça e cruzou com precisão. O centroavante matou no peito e soltou uma bomba. Um golaço.

No último lance da partida, ainda, o camisa 10 colorado cobrou falta com maestria, a bola explodiu no travessão e, por pouco, o Inter não ampliou o placar. Vaiada em determinados momentos do jogo, o time gaúcho retorna a Porto Alegre com a classificação na bagagem. O adversário da próxima fase será o Oeste-SP, que derrotou o Friburguense no Rio de Janeiro.

O Internacional volta a campo no próximo domingo (19), contra o Passo Fundo. A Rádio Grenal transmite ao vivo, a partir das 17h, através do 95.9 fm, aplicativos para smartphones e site oficial.

 

 

Comentários