Com direito a golaço, Grêmio vence a Chapecoense e garante presença na Libertadores de 2019


Por: Valéria Possamai,

Com gols de Cícero e Everton, de cobertura, o Grêmio venceu a Chapecoense na Arena, neste domingo. Com o triunfo, o tricolor chegou aos 62 pontos e garante matematicamente vaga a pré-Libertadores de 2019.  O time também se mantem à frente do São Paulo, na quarta colocação.

O time volta a campo na próxima quarta-feira, no Rio de Janeiro, contra o Flamengo.

Primeiro tempo

Sem Paulo Miranda, o técnico Renato Portaluppi precisou improvisar na defesa com Marcelo Oliveira. No ataque, o time também teve a novidade de André entre os titulares.

Aos 4’, houve a primeira chance de gol na Arena. Os visitantes levaram perigo na cobrança de falta de Canteros, mas o goleiro Paulo Victor interviu para afasta o perigo.

Aos 8’, o tricolor teve o primeiro lance a gol. Jean Pyerre bate a falta colocado, mas sem tanta força e goleiro Jandrei fez a defesa

Aos 18’,em jogada curta de escanteio, a bola chegou até Everton, que de fora da área, que bateu para o gol, mas Jandrei fez a defesa no meio do gol.  

A partir dos 20’, o Grêmio começou a imprimir pressão no ataque.  André teve a chance na cobrança de falta de Alisson, mas o cabeceio saiu sobre a meta.

Aos 24’, o ritmo intensivo deu resultado. Após cobrança de falta de Alisson do lado direito, Cícero subiu mais que os zagueiros e balançou às redes para colocar o time gaúcho em vantagem. 1 a 0 Grêmio sobre a Chapecoense.

Um minuto depois, Jean Pyerre ampliou a vantagem, mas o árbitro assinalou irregularidade no lance.

Aos 21’, Jean Pyerre teve nova oportunidade. Da entrada da área, o atacante venceu o marcador e arriscou o chute no ângulo, mas a bola saiu por cima da meta da Chape.

Mesmo com a vantagem no placar, o tricolor fazia marcação alta, o que fazia com que o time recuperasse a posse da bola ainda na zona de ataque.

Aos 33’, a Chape teve a conclusão na cabeçada de Leandro Pereira, mas sem força, facilitando a defesa para Paulo Victor.

Aos 39’, Everton driblou a marcação e arriscou o chute de fora da área. Jandrei, espalmou o lance.

Já aos 44’, Cicero, autor do gol,  também experimentou o chute de fora da área, mas a conclusão saiu longe da meta de Jandrei.

Também de fora da área, a Chape tentou o chute na jogada de Doffo, mas Paulo Victor apenas acompanha fez a defesa. Aos 46’, a partida foi encerrada com vantagem do Grêmio no placar.

Segundo tempo

A Chape iniciou a segunda etapa com mudanças. Capixaba entrou na vaga de Doffo.

Assim como na primeira etapa, o Grêmio seguia dominando as ações no início do segundo tempo. O time seguia criando oportunidades de ataque, mas esbarrava na defesa na hora da conclusão.

A equipe visitante tentava chegar ao gol no contra golpe, como na tentativa de Leandro Pereira aos 9’, mas o camisa 90 não conseguiu dá sequência à jogada

Aos 10’, Léo Moura recebeu lançamento na ponta na direita, cortou para dentro e arriscou o chute de esquerda. Mas a bola saiu à esquerda de Jandrei.

Aos 14’, Cícero soltou a bomba em cobrança de falta. A bola ainda desviou na barreira, mas Jandrei fez a defesa.

No lance seguinte, foi a vez de Cebolinha arriscar. Mas novamente, a bola ficou com o arqueiro da equipe catarinense.

Aos 15’, A Chape chegou na finalização de fora da área de Wellington Paulista  e Paulo Victor mandou para escanteio.

Aos 20’, Jean Pyerre driblou o Douglas e bateu de canhota. Em dois tempos, Jandrei fez a defesa.

No minuto seguinte, ambas às equipes fizeram mudanças. Bruno Silva entrou na vaga de Elicarlos, do lado da Chape. No Grêmio, André saiu para o ingresso de Jael

Já na metade da etapa final, o Grêmio continuava dando trabalho ao goleiro Jandrei.  Alisson teve boa oportunidade em cobrança de falta, mas o tiro não saiu com tanta força e ficou nas mãos do goleiro. Na jogada seguinte,  Everton bateu de fora, mas novamente, o arqueiro fez boa defesa.

Depois de inúmeras tentativas, Everton deixou sua marca e com estilo. Jael fez o lançamento para o camisa 11, que num toque encobriu Jandrei, e marcou um golaço de cobertura. Grêmio 2 a 0 sobre a Chape, aos 26’.

Após o gol, o atacante foi substituído, sob muitos aplausos, para a entrada de Marinho.

Aos 35’, Canteros deixou a vaga para a entrada de Barreto.

Aos 38’, a Chape teve a melhor oportunidade na segunda etapa. Na conclusão de Bruno Silva, a bola acertou a trave.

Já aos 40’, o técnico Renato Portaluppi fez a última substituição. Jean Pyerre deu lugar a Douglas.

Aos 43’ Depois da troca de passe, Jael recebeu e tentou o chute da entrada da área, mas Jandrei ficou com a bola. Na jogada seguinte, a Chape tentou responder com Bruno Silva , mas a conclusão saiu por cima do gol de Paulo Victor.

Aos 48′, a partida foi encerrada na Arena, com vitória do tricolor por 2 a 0 sobre a Chapecoense.

Foto:(Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Comentários

>