Brasileiros jogam a vida na Libertadores na quarta


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

Atlético Mineiro, Corinthians e São Paulo jogam na quarta (04) sua permanência na Copa Libertadores da América.
A situação mais favorável é a do São Paulo, que após aplicar uma goleada de 4 a 0 sobre o Toluca-MEX no Morumbi, está numa situação bem favorável à classificação as quartas de final. O São Paulo enfrenta os mexicanos às 19h;15, no estádio Nemésio Díez.

São Paulo: Denis; Mena, Lucão, Rodrigo Caio, Bruno; Hudson; Wesley, Thiago Mendes, Kelvin e Michel Bastos; Calleri. Técnico: Edgardo Bauza

Toluca: Talavera; Jordan Silva, Paulo da Silva, Galindo e Rojas; Ríos, Saucedo, Trejo e Esquivel; Velasco e Vega. Técnico: José Cardozo

Galo

O Atlético Mineiro decide no Horto a permanência na competição após empatar com o Racing-ARG, em Avellaneda. O confronto, apesar do 0 a 0, foi bastante disputado, com chances de gol para os dois lados e Robinho eleito como melhor em campo. O jogo de volta ocorre as 21h;45, no Independência. O Galo só se classifica no tempo normal se derrotar o Racing. Caso o empate sem gols se repita, a decisão vai para os pênaltis. Se a igualdade for com gols, o time argentino passa de fase.

Atlético-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Erazo e Douglas Santos; Rafael Carioca, Leandro Donizete, Júnior Urso e Dátolo; Robinho e Lucas Pratto Técnico: Diego Aguirre

Racing: Saja (Ibañez); Pillud; Vittor, Sánchez e Grimi; Acuña, Videla, Aued e Oscar Romero; Lisandro López e Noir (Roger Martínez) Técnico: Facundo Sava
Corinthians

Apesar de não ter jogado bem no confronto de ida contra o Nacional, no Uruguai, a equipe do Parque São Jorge segurou o empate diante de um Nacional ofensivo, que buscava o gol. O clube paulista decide a vaga em Itaquera, às 21h:45.

Corinthians: Cássio, Fagner, Felipe, Yago e Uendel; Bruno Henrique; Giovanni Augusto (Marquinhos Gabriel), Elias, Rodriguinho e Lucca; André.. Técnico: Tite

Nacional: Conde, Fucile, Victorino, Polenta e Espino; Romero (Carballo), Gonzalo Porras, Barcia e Ramírez; Nico López e Fernández. Técnico: Gustavo Munúa

Comentários