Árbitro justifica expulsão de D’Alessandro: “Troca de palavrões e empurrões”


Por: Diogo Rossi, comunicador na @rdgrenal

A expulsão do camisa 10 do Internacional, Andrés D’Alessandro na derrota para o América MG gerou polêmicas. Após episódio com Wesley, jogador do América, os dois atletas acabaram expulsos pelo árbitro Flávio Rodrigues de Souza (SP). Em súmula divulgada pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol), o juiz relatou que aplicação dos cartões foi por conta da troca de palavrões e empurrões entre os atletas.

As expulsões ocorreram aos 24 minutos da segunda etapa, quando D’Alessandro somava pouco mais de cinco minutos em campo. A confusão se instalou logo após chegada forte de Leandro Donizete em Victor Cuesta. Na sequência, em meio as discussões com o juiz,  o meia colorado foi puxado pelo pescoço por Wesley e acabou se chocando com o árbitro da partida. Os dois atletas receberam cartão vermelho direto.

Confira os trechos da súmula:

Expulsão de D’Alessandro:  “Por após a marcação de uma falta a favor de sua equipe, discutir com seu adversário de n. 7, sr. Wesley Lopes Beltrame, empurrando-o e dizendo as seguintes palavras ao mesmo : ” vai tomar no c*. “

Expulsão de Wesley:  “Expulso por, após a marcação de uma falta contra sua equipe, ser empurrado por seu adversário de n 10 sr. Andres Nicolas D’Alessandro que o mandou tomar no c*. O mesmo reagiu segurando e empurrando este adversário pelo pescoço e em seguida dizendo as seguintes palavras ao mesmo : “seu filho da p***, vai tomar no c* você”, precisando ser contido por outros jogadores de sua equipe.”

Por conta da expulsão, o camisa 10 colorado está fora do próximo confronto diante do Botafogo, no Beira-Rio, no domingo. Com a derrota nesta quinta-feira (26), o Inter encerrou a sequência de 10 jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro e fechou a rodada na quinta colocação, com 26 pontos.

 

Comentários