Após polêmica, SindiRádio repudia proibições do uso do aparelho em estádios


Por: Diogo Rossi, comunicador na @rdgrenal

Na partida entre Internacional e River Plate, na noite de quarta-feira (3), torcedores relataram nas redes sociais terem sido proibidos de acessar o local com o famoso “radinho de pilha”. Após a polêmica, o Sindicato das Empresas de Rádio e TV do RS (SindiRádio) destacou seu repúdio à proibição e afirmou que não há qualquer restrição sobre a prática. “Para nós, é preocupante que seja considerada qualquer forma de coibir os ouvintes de acompanhar as jornadas esportivas do time do coração na emissora de sua preferência. É um hábito clássico e admirável, demonstra toda a relação de proximidade do público com as emissoras de rádio”, explicou a presidente do SindiRádio, Christina Gadret.

Ainda conforme nota do sindicato, o que ocorreu durante o jogo foi um provável ruído na comunicação entre os profissionais de segurança, ocasionando a confusão.

Comentários

>